ACONTECIMENTOS

DICAS

Saiba mais sobre o AVC

A Doença Vascular Cerebral continua a ser a principal causa de mortalidade e incapacidade permanente em Portugal. Calcula-se que, em cada hora, três portugueses sofrem um Acidente Vascular Cerebral (AVC), destes um deles não sobrevive e metade dos sobreviventes fica com graves incapacidades físicas e intelectuais, muitas vezes com reflexos dramáticos nos familiares e na própria sociedade.

O que se pode fazer?

Antes de mais prevenir. O AVC pode ser evitado em cerca de 80% dos casos; o ideal é prevenir um 1º. evento mas se este ocorre então é fundamental evitar uma recorrência.

O que fazer para reduzir o risco de AVC?
  • controlar a pressão arterial;
  • controlar o colesterol e o ácido úrico;
  • tratar a diabetes;
  • praticar exercício físico;
  • não fumar;
  • consumir alimentos pobres em sal e gorduras;
  • não beber ou ingerir com moderação bebidas alcoólicas;
  • controlar o peso.

Estas são todas medidas que reduzem o risco de AVC. Muitas vezes é necessário iniciar tratamento farmacológico para correção de fatores de risco como hipertensão arterial, colesterol elevado, controlo de diabetes, etc.

O passo seguinte é a educação da população. Esta deve ser capaz de reconhecer alguns sinais de alarme de um AVC como:
  • face descaída;
  • desvio de um dos cantos da boca;
  • diminuição da força num membro;
  • dificuldade na fala (voz arrastada, discurso impercetível);
  • alteração súbita da visão;
  • forte dor de cabeça;
  • perda de consciência.

Sempre que algum ou alguns destes sinais surjam, deve ser contactado de imediato o 112 para ser viabilizado com a celeridade possível o transporte ao Hospital mais próximo, dotado dos meios adequados à abordagem deste tipo de doentes.

“TEMPO É CÉREBRO”

 

 

 

 

 

Dr. José Campos Granja

Medicina Interna